Domingo, 30 de Janeiro de 2005

Amigo não empata amigo!

   Que paciência!...
   Se há uma frase que a minha Avó dizia e de que gosto muito é esta: «Amigo não empata amigo!» Pena que nem sempre seja aplicada, mesmo por aqueles que nos são mais queridos.


   Ainda o meu Pai anda a tomar os medicamentos para a gripe dele e já a minha Mãe vai a caminho. À hora de almoço, já se nota que não está muito bem. Queixa-se de que tem o corpo moído e já dá umas fungadelas. Conheço os sintomas. Já vai ter para quinze dias no mínimo. Acho melhor levá-la ao médico.
   __ Pra quê? Eu estou bem. Não é preciso. __ Insisto. Teimosa como sempre. Não, não e não. Só me resta uma saída. Finjo-me desinteressado. Começa o meu Pai.
   __ Se calhar era melhor ires. Vê lá!
   __ Talvez. Realmente não me estou a sentir muito bem. __ Responde.
   __ Se o Zé Victor te levasse lá abaixo, àquele posto médico, eles lá são muito atenciosos...
   Fico admirado como é que alguém pode achar o atendimento nos SAP muito atencioso, mas enfim, já são eles que me estão a pedir, quer dizer, mais ou menos.
   __ Então, sempre querem que eu vos leve ao médico?
   __ Não quero incomodar, tu tens a tua vida...
   Por acaso estou agarrado a uns orçamentos que tenho de apresentar. Combino levá-los aos SAP no Seixal e deixá-los lá. Quando estiverem despachados telefonam-me (maravilha, os telemóveis) e eu vou buscá-los. Concordam comigo.
   __Então não vens connosco? É só um bocadinho. Não conhecemos nada disto aqui. __ Já estão a fugir ao combinado. O parque está cheio, tentemos arranjar lugar para estacionar.
   A fila para inscrição parece não acabar mais. A sala de espera está lotada. Abriram outra, que normalmente não está acessível. Quantas pessoas estarão aqui? Mais de cinquenta?
   __ Pode aguardar na sala. Quanto tempo? Isto hoje está um pandemónio. Os médicos estão com duas horas e meia de atraso. Não sei. Hoje está muito demorado.
   Tento despachar-me e ir embora. Não fico ali a fazer nada e não sou preciso também para nada.
   __É melhor ficares aqui connosco. Podemos não ouvir chamar...É preciso paciência.
publicado por vkthor às 23:52
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Filho pródigo...

. Telefonema a meio da noit...

. ops

. Iconomaker 3.0

. Está a andar...

. Outra resolução

. Aguentei a segunda...

. Falhou logo à primeira...

. Foi há quase um ano...

. Quase... quase...

.arquivos

. Março 2007

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds