Quarta-feira, 9 de Fevereiro de 2005

Uma, duas e hão-de ser três!

   Que paciência!...
   Se há alguém que vive a pensar em médicos e consultas, é agora a minha mulher. Dou-lhe desconto. Ela anda desesperada, e eu para lá caminho.


   Ontem a minha miúda mais nova pediu-me para hoje ir passear com os colegas para o Fórum. O costume, almoçar lá, ver as lojas todas, experimentar não sei quantas peças de roupa, gastar dinheiro. Está a preparar-se para a dura tarefa de ser mulher. Tudo bem, sou um pai quadrado e cota, mas como até hoje ela não me deu desgostos de maior, vai merecendo a minha confiança e condescendência. Pior que ela, só mesmo a mãe.
   __ Podias levar-me ao Hospital. Ia tentar ser vista numa consulta de urgência.
   Confesso que fiquei logo de nariz no ar, mas compreendo que ela se está a sentir mal e que quer tentar tudo. Levo a miúda ao Fórum, e o Hospital não fica tão longe assim, mas pelo sim, pelo não, vou acompanhá-la à triagem.
   Primeira guerra: encontrar lugar para estacionar. Aquilo está cheio! Acabo deixando o carro muito mal estacionado entre outros dois, meio rabo de fora, mas pode-se passar... com cuidadinho.
   Chegamos à triagem. A fila de pessoas à espera para ser atendida, dá a volta ao átrio, misturando-se com as macas. Conto as pessoas que estão à nossa frente. Vinte e três, sem contar os bombeiros, que andam sempre de um lado para o outro. A minha mulher desistiu. Diz que não se aguenta e não consegue ficar ali à espera. Voltamos para casa.
   Horas de ir buscar a garota. Gosto mesmo dela. Disse e cumpriu. Já lá está à minha espera. No caminho, a minha mulher lembrou-se outra vez.
   __ Vamos passar pelo Hospital outra vez? Pode ser que eu agora consiga. Penso no meu trabalho a acumular-se, mas lá vou eu. Pelo menos agora vou ter companhia. Engano. Levou a miúda com ela, enquanto procuro um lugar para parar o carro e esperar. Já desisti de trabalhar hoje. A minha miúda aparece.
   __ Paieee! A Mãe pediu para ires ter com ela, para ir à consulta. __ Tretas. Foi para pagar os seis euros e noventa da inscrição. Paga! O mês passado foi um quarto do meu ordenado em despesas de saúde. Este mês ainda nem recebi. Isto está bonito. Lá fomos ao terceiro piso ouvir o especialista. Claro que não nos ia deixar entrar. Sala de espera, como um chocolate com a minha filha. A minha mulher aparece quase logo. Vai ter de esperar até 3 de Março para ser atendida... É preciso paciência.
publicado por vkthor às 20:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Filho pródigo...

. Telefonema a meio da noit...

. ops

. Iconomaker 3.0

. Está a andar...

. Outra resolução

. Aguentei a segunda...

. Falhou logo à primeira...

. Foi há quase um ano...

. Quase... quase...

.arquivos

. Março 2007

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds