Quinta-feira, 13 de Janeiro de 2005

Para quê tanto barulho?

   Que paciência!...
   Se dois homens no deserto encontrarem dois poços, ambos vão querer beber do mesmo.
Às vezes penso que é bom ser filho único, mas também nunca saberei que felicidade podem trazer os irmãos, só que me é muito difícil entender questões entre eles. Será que é isso que acaba por alicerçar a sua relação?


   Estava a tentar trabalhar, complementar algumas coisas para uma reunião amanhã com o arquitecto e os donos da obra. Analisava preços, tipos de lâmpadas, candeeiros e sinalética das mais variadas, quando o ruído vindo do quarto dos miúdos me fez exasperar. Nem o som do mp3 a tocar abafava a questão. Que se lixe o sistema de iluminação por leds. Vamos lá a ver o que se passa lá dentro.
   Uma gritava, o outro chorava e ninguém me ouvia, ou fazia por isso. Bons tempos da tropa.
   __ Chega!...


Olá docerebelde. No seguimento do teu comentário em Toca a fazer as camas. posso responder à tua pergunta. Não sou do Exército, mas já fui, embora tenha iniciado os meus serviços militares na Marinha. Foi um tempo que teve coisas boas e coisas más. Fiz muitas coisas de que me orgulho, embora de outras nem tanto. Fui muito rebelde, pisando frequentemente a ténue linha que separa o cumprimento do dever, da desobediência. Do que vi, e do que me lembro, agora só quero esquecer, se puder.



   Depois, mais civilizadamente, tento perceber o que se passou.
   __ Foi o Rafael que quer ter ali o portátil e assim eu não consigo mexer o rato... __ e quase ao mesmo tempo:
   __ A Sandra podia passar o rato para o outro lado para eu poder jogar ali. Assim o portátil não cabe. Ela arranhou-me.
   __ Não arranhei nada, só fui buscar o rato. Empurrei-o.
   __ Pois, ainda me doi o pescoço.
   Conto até dez. Desta vez tenho de dar razão à miúda. Bastou virar o portátil para o outro lado, para já não haver conflitos com o rato. Já bastam os programas e os drivers e o hardware e...
   Ainda não me tinha sentado outra vez, quando a discussão reacendeu. O que terá sido agora? Será que o MSN bloqueou o Days of Thunder? Novamente choros e zangas.
   A culpa é da Sandra, que tem o diskman, podia desligar a televisão... __ e quase ao mesmo tempo:
   __ Eu gosto de ouvir música e nem está muito alta!
   __ Mas assim eu não me consigo concentrar e já me despistei duas vezes naquela curva. __ Concentração?! Se calhar estava a estudar...
   Está visto. Hoje ele está para deixar os meus poucos cabelos em pé. Direitinho para o pé de mim ler um Harry Potter qualquer.
   No quarto, houve um arrufo e o silêncio voltou, só quebrado pelo barulho das teclas. Então?! É melhor não dizer nada. A situação está controlada... É preciso paciência.
publicado por vkthor às 22:52
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De roger a 16 de Janeiro de 2005 às 14:06
pois...


http://alterneactivo.blogs.sapo.pt

comenta, vais ver q não dói nada.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Filho pródigo...

. Telefonema a meio da noit...

. ops

. Iconomaker 3.0

. Está a andar...

. Outra resolução

. Aguentei a segunda...

. Falhou logo à primeira...

. Foi há quase um ano...

. Quase... quase...

.arquivos

. Março 2007

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds