Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2005

Para quem não queria tomar banho

   Que paciência!...
   Se temos só um mundo e temos de viver nele, é bom que o façamos um lugar melhor para todos.
   Preocupo-me com questões como o ambiente, reciclagem, poupança de recursos e energia. Tento que os miúdos façam o mesmo, mas nem sempre sou bem sucedido.


   A confusão do costume todas as manhãs, mas hoje o miúdo estava por demais. Andava feito uma barata tonta pela casa, enquanto reclamava consigo próprio por causa de tomar banho e estar atrasado para a escola. Farto de o ouvir mandei-o vestir-se que tomava banho quando voltasse da escola... e que se despachasse, porque eu não lhe justificaria a falta se ele chegasse atrasado.
   __ Mas Pai!... Eu tenho de tomar banho... __ Tentou ripostar, mas foi cortado por um «Já!» que não admitia réplicas. Apetecia-lhe faltar à primeira aula, está visto.
   Meio dia. Regressou da escola. Enquanto fazia o almoço nem lhe prestei muita atenção, até que o ruído dos bip-bip-tzzzzzzzoing me lembraram que havia qualquer coisa que não estava a correr bem. Então não é que ele estava agarrado à consola de jogos? E o banho que tanta controvérsia tinha gerado de manhã?
   __ Ahnn! Agora não me apetece. __ Quê? Parece que não está a perceber. O Gastão é só nas histórias da Mónica e do Cebolinha. Meio-dia e um quarto. Para o banho imediatamente.
   __ Mas tenho de passar este nível... __ Não!
   __ Só gravar o jogo... __ Não!
   __ Eu tomo banho logo... __ Diz quase a chorar, enquanto ainda salta um obstáculo, foge de uma aranha gigante e dispara contra um morcego. Será possível? Temos um porquinho em casa. Cedência. Não passas o nível, gravas o jogo e vais tomar banho. Contrariado, lá foi, ainda de lágrimas nos olhos. Está frio, diz, fazendo-me sorrir com o desgosto dele. Volto para a cozinha.
   Uma hora. Mesa posta. Almoço pronto. Falta o Rafael. Tanto tempo para tomar banho? Vamos lá a ver...
   __ Caramba, Rafael! Estás na sauna? __ Mal se vê um palmo à frente do nariz. Ouço-o chapinhar dentro de água. O chuveiro a correr e a banheira quase a transbordar. Desperdício de água, energia, tempo. __ Vê lá se te despachas. Nós já vamos almoçando.
   Respondeu-me que ia já. Almoçámos. Estava a tomar o café quando apareceu o D. Sebastião vindo da batalha de Alcácer-Quibir das águas quentes. São quase duas da tarde. Para quem não queria tomar banho... É preciso paciência.
publicado por vkthor às 16:00
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Figueiredo a 29 de Janeiro de 2005 às 16:47
A escolha entre 2 senhores: ou agrada a um ou detestesta o outro
[... censurado pelo Editor...]
Compete a cada eleitor meditar até lá, para que a cruz que inscrever no papel do voto seja o princípio de um novo Portugal cheio de esperança.


De docerebelde a 29 de Janeiro de 2005 às 16:40
É para exclamar: Preso por ter cão e tb pode ser preso por não o ter. Pai exigente ! Paizinho de memória curta.........rs.....esqueceu como procedia, é?....rs
Um excelente fim de semana e um pouco mais de compreensão e tolerancia......rs


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. Filho pródigo...

. Telefonema a meio da noit...

. ops

. Iconomaker 3.0

. Está a andar...

. Outra resolução

. Aguentei a segunda...

. Falhou logo à primeira...

. Foi há quase um ano...

. Quase... quase...

.arquivos

. Março 2007

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Maio 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds